Perfeição não existe

Tem dias em que a gente não quer nem levantar da cama, não é?! Principalmente se for uma segunda feira…
Sabe quando parece que está faltando algo na sua vida? Digo algo com emoção, com aquela felicidade que vem de dentro, bem lá do fundo, faz rir sem motivo, de tudo… E não é um rir de bobo alegre, não, é um rir interior… sincero de alma.
Hoje estou meio sem inspiração, porque nada parece bom o bastante..

00

Eu acredito que sempre tentei ser meio que perfeccionista…
Sempre quis fazer o melhor, do melhor jeito. É uma mania chata de idealizar as coisas como elas devem ser, antes mesmo de que sejam, sabem?
Vou dar um exemplo… quando vou fazer um post no blog, sempre penso: esse texto poderia ter sido melhor escrito, essas fotos poderiam ter sido tiradas de um ângulo diferente, com uma máquina melhor, afinal, estou fotografando com meu celular já faz um tempo.
E eu não sei, mas isso acaba me atrapalhando, porque ao invés de dar o melhor com o que eu tenho, me concentrar nisso, nessas possibilidades, eu acabo esperando mais, pensando além do agora e com isso, tudo que eu faço, não me deixa feliz… Eu fico pensando que nada está bom, porque poderia estar melhor.

O Blog é uma coisa que eu gosto tanto de fazer, fico tão feliz quando vejo os comentários, quando alguém vem falar comigo, pedir um post, me dar idéias, fico feliz quando uma pessoa curte a página do blog no face… e sabe, porque não estar feliz com o que eu faço agora, dentro da minha realidade e possibilidades? Por que exigir tanto de mim mesma, sendo que no final das contas, essa perfeição não existe?

0

Eu posso sim melhorar, mas isso leva tempo, é preciso paciência, lapidação, é preciso calma. Porém ser perfeito? Ninguém é e a gente sabe disso, mas às vezes, nosso inconsciente não se dá conta de que o que está exigindo é loucura, afinal, sempre vai haver algo melhor que possa ser feito, por mim ou por outras pessoas, o que realmente importa? Ser perfeito (ilusão) ou feliz?

Hoje, acredito que muita gente me ache boba, sei lá… alguém que divide uma coisa “futil” como moda, beleza, cuidados femininos em um espaço, onde “falo sozinha”, com uma telinha, que pessoas de qualquer lugar podem ver… ok. Mas é algo que eu gosto de fazer, é a minha terapia, meu jeito de aproveitar a vida. Então quero fazer da melhor forma possível, exijo de mim. E a gente tem também disso… se importar com o que os outros pensam, talvez não só pela própria satisfação em ser melhor, como disse anteriormente, há também essa conexão entre nós sermos melhores para quem nos vê. Por medo de críticas? Talvez.
Tenho medo. Medo de não ser suficientemente agradável, não ser suficientemente legal.
Mas como todo mundo, devo em primeiro lugar, ter a certeza de que é suficiente, se eu estiver fazendo o melhor possível dentro desse momento, dentro dessa possibilidade, não dando prioridade para o que poderia ser, mas sim para o que é, o que existe, o que está sendo feito por mim, por minhas mãos e por meu coração, nesse exato momento.

00

O que importa no fim das contas, como já diz a frase, não é o que você tem, mas o que você é.

Não é fácil cativar as pessoas, não é fácil se aproximar através de coisas que a gente tem em comum, coisas que somos em comum num mundo onde a grama do vizinho é mais verde, onde a maioria das pessoas se interessa pelo que não pode ter. O que a gente não alcança, muitas vezes é o que a gente deseja e é mais fácil (muito mais fácil) quando desejamos algo que é bonito, lindo… que temos a desculpa de: “Ah, é lindo, mas eu não posso fazer, não posso ter, nem alcançar, tenho que continuar acomodado, só olhando” do que quando vemos algo que está ao nosso alcance, porém temos que nos mexer para nos adaptar, para fazer ou ter à mão.
Não nos acomodemos admirando o que não podemos ter, mas que possamos nos cativar e deixarmos ser cativados pelo que está ao nosso alcance, à nossa realidade. Isso não vale apenas para a perfeição que eu disse, mas também para coisas, objetos..

2

Muitas vezes passo em blogs onde as pessoas compram coisas caríssimas e postam sobre, falam sobre… como se a realidade do país em que vivemos permitisse a cada um ter tudo aquilo que lhes é mostrado, (tipo: inspire-se no meu look com um vestido pucci – hãn? sorry?!) e isso lhes é imposto como o item que não pode faltar na sua vida, como único e exclusivo jeito de estar bonita. Se você não tem, (desculpe o termo… FODA-SE!) você  não é fashion. Ou muitas vezes, não é digna de respeito. Isso é ridículo. Muitas meninas choram por não ser como aquela menina do blog, que teve as melhores oportunidades. Choram por não poder ter roupas de marca ou sapatos de marca… enquanto todas as possibilidades que essa menina tem para ser linda dentro da sua realidade são literalmente deixadas de lado, porque elas não querem ser diferentes.

O diferente não quer dizer que você não é bonita ou não está na moda porque sua roupa ou maquiagem não é de marca, não é “grifada”… NÃO. O diferente é lindo, pois é você adaptando a sua realidade às suas possibilidades. É bem como ser feliz, sem precisar ganhar na mega, sabe?

1

DIFERENTE essa é a palavra chave. É necessario ser diferente, fazer a diferença, porém dentro do seu contexto. Você não pode ter aquela sandália Luiza barcelos de salto quadrado que a blogueira postou, mas e daí? Tem um milhão de outras sandálias de salto quadrado para você escolher, com preço acessível e digo mais: JUSTO. Então qual a diferença? Qual o problema? As duas são sandálias de salto quadrado.
Entende o que quero dizer? As coisas são tão mais simples do que podemos imaginar… nós é que complicamos muito!!

Eu compliquei demais até agora, quis ser mais perfeita, ser muito melhor, imaginando o que poderia ser… tanto, que acabo deixando de realmente fazer melhor, se focar no que está sendo agora, no que está aqui, na minha frente.
A gente precisa viver mais o presente. Sem esquecer do futuro, mas sem querer viver lá o tempo todo.
😀

3

Gente, desculpa pelo post tão longo em plena segundona, mas falei de coração!! ♥

beijo, beijo…
Aline Romanato.

Anúncios

2 comentários sobre “Perfeição não existe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s